29 de novembro de 2015

Black Friday na Noruega, valeu a pena?

A resposta é: Sim e não! Pra quem pesquisou, e se preparou a resposta é sim. Pra quem foi "às cegas" a resposta é não.
Palavras de uma "rata" de shopping.


A verdade é que teve muita enganação também... Tipo a loja de sapatos anunciou desconto em uma bota de inverno, mas quando cheguei lá, os tamanhos eram 36 (34 no Brasil), e 41 (39 no Brasil). A Kappahl, a Cubos e a Hm (todas lojas mais populares), também decepcionaram. O que valeu a pena? As lojas de roupas para bebês. Tem uma loja que eu vivo namorando, ela custa os olhos da cara, mas as roupas são de alto padrão de qualidade, além de lindas. Nunca comprei nada lá, pq essa loja nunca tem promoção, nem no "Supertorsdag" e ela estava a 20%, claro que não resisti e comprei todas as roupas de lã da bebê lá. Na Lindex comprei 3 calças pra ela, pois estavam com 50% de desconto. Outra loja de bebê que eu amo é a "Bare barn", lá  eu compro sempre que tem promoção, e na sexta-feira toda a loja estava com 30%, comprei um par de luvas e meia-calça, coisas que geralmente nunca entram em promoção. A joalheria Thune estava com 25% de desconto em toda a loja, e eu comprei um relógio de uma marca que eu namorava desde que comecei a trabalhar no aeroporto, pois a loja vizinha a minha era uma Thune. E não, eles não aumentaram o preço uma semana antes, como eu disse, estou uma frequentadora assídua do shopping. A loja de brinquedos também teve uma promoção boa, tudo estava 3 por 2, nunca vi eles fazerem uma promoção do gênero...

25 de novembro de 2015

Novo recorde de acidentes no gelo - Oslo 2015

Rapadura é doce mas não é mole não. Minha mãe tinha se apaixonado pela Noruega até levar o primeiro tombo.  Nessa terça-feira que passou, foi batido o recorde de 2010, de acidentes no gelo. Em 5 horas 150 pessoas receberam atendimento em postos de saúde em Oslo, com fraturas ou outros tipos de ferimento devido a quedas no gelo (pena desse povo, pois fraturas que precisam de operação são um dos procedimentos que mais demoram). Estava realmente super escorregadio, inclusive teve dois acidentes de trânsito na E6. Ainda tem louco aqui que demora pra trocar os pneus de inverno e dirigem com o de verão nessas condições...

23 de novembro de 2015

Lugar "baratinho" pra morar na Noruega...

Escrever duas vezes no mesmo dia no meu blog é coisa rara, mas meus queridos leitores amigos, baratinho e Noruega são duas palavras que não combinam... Quando estão juntas, pode cair fora que é furada. Tipo esse anúncio que encontrei no finn.no, aluguel de um quarto em uma casa "de campo". Custa 3.500 coroas mensais (1.700 reais), mas a condição para morar é que você não só goste de cavalos e jegues, mas que também cuide deles quando ela, a propietária, estiver ausente... Detalhe: nenhuma foto de dentro da casa, nem do cômodo que no caso seria o seu aposento, e alugar para homens está fora de cogitação. Poupe-me! Só não falo mais pq tem maluco pra tudo, rsrsrs, e pode ser que alguém se interesse com essa proposta indecente...


22 de novembro de 2015

Outono norueguês, amo muito!

O sol nascendo (da janela da sala)

Sempre me perguntam qual é a minha estação do ano favorita na Noruega e eis que sempre respondo: O outono, sem dúvida! Não tem aquela claridade sem fim do verão, e nem aquela neve toda e frio de matar do inverno. Quase não chove por aqui e a natureza dá um espetáculo lindo, com a mudança de cores das árvores (com exceção dos pinheiros, esses estão sempre verdinhos o ano todo), e cada nascer e pôr do sol parece uma pintura... E exatamente nessa época do ano recebi o meu presentinho, o que me fez gostar ainda mais da estação <3.
 
Pôr do sol ( da janela da cozinha)

19 de novembro de 2015

"Rixa" Noruega x Suécia

"Hva er dummere en dum nordmann? En intelligent svenske."
"O que é mais burro que um norueguês burro? Um sueco inteligente".

Ontem eu vi um programa infantil norueguês que eu enquadraria em "politicamente incorreto", uma das crianças enviou uma cartinha com uma piada de sueco, e o apresentador leu a carta e logico  fingiu que era super engraçada. A piada era do tipo essa que eu postei aí em cima. É estranho em uma época em que se esteja discutindo tanto sobre o bullying nas escolas, uma rede de tv aberta publique algo do gênero. Ainda mais pq tem muitos filhos de suecos ou suecos nas escolas da Noruega. Meu marido diz que é pq quando a Noruega era pobre, os suecos viviam fazendo piadas do gênero com os noruegueses. Eu brinco com o meu marido e digo que é despeito. O maior exemplo de sueco que tenho é o marido de uma amiga. Ele chegou na Noruega com uma mão na frente e outra atrás, conseguiu emprego, comprou uma casa que precisava de reforma, reformou, a casa ficou um sonho, comprou a casa debaixo, e com o próprio aluguel da casa ele paga as prestações dela. E agora por último comprou uma casa na sua cidade natal lá na Suécia. Um empreendedor nato! Também tive a oportunidade de trabalhar com alguns  no aeroporto, que é cheio de suecos fazendo o trabalho que os noruegueses não querem fazer. Escutei de uma senhora que trabalhava comigo que os suecos "estragam" o sistema de trabalho na Noruega, pq eles vêm atrás de grana e trabalham incansavelmente, trabalhando vários turnos dobrados, coisa que norueguês não faz, e depois voltam para a Suécia, e os noruegueses se vem obrigados a "manter o nível". Bom, só sei que são pouquíssimos os noruegueses trabalhando na minha empresa, e a maioria está sentada no escritório. Veremos agora com essa demissão em massa por conta da crise do petróleo, se muda alguma coisa nessa dinâmica...






16 de novembro de 2015

Primeiro dia de neve!

Hoje caiu neve pela primeira vez aqui na minha cidade esse ano. Eu não me canso de admirar a beleza "desse meu lugar". Fotos tiradas durante a minha caminhada hoje cedo...






13 de novembro de 2015

Vida de dona de casa na Noruega e receita de Ribbe

Minha diversão agora como dona de casa esta sendo correr atras de promoção de mercado, "quem te viu e quem te vê Carolina!" Mas olha, eh divertido, alem de ser compensador... Comida "come" uma fatia grande do orçamento familiar de uma família norueguesa, mas aproveitando bem as promoções, a gente não precisa nem ir fazer compras na Suécia (inclusive a coroa norueguesa está tão fraca em relação a coroa sueca que não está mais compensando).
E estando em casa, eu estou aproveitando muito para aprimorar meus dotes culinaristicos (os quais eu não possuo, mas sou brasileira e não desisto nunca). No domingo foi dia dos pais aqui, sim, eles comemoram no segundo domingo de novembro. E eu toda metida a querer cozinhar fui fazer Ribbe. Eu segui a receita a fio e a minha parte deu toda certo, a camada de cima ficou sequinha e crocante, e a parte de dento ficou macia e molhadinha, perfeitamente no ponto, mas fiz a burrice de comprar a Ribbe no mercado Meny  temperada, o que resultou em uma Ribbe salgada. Mas estou orgulhosa da minha parte, ja comi muita Ribbe aqui, e conseguir fazer com que a carne fique no ponto é muito dificil...

Os acompanhamentos foram batata (indispensáveis em qualquer prato tradicional norueguês), dois tipos de repolho, e um tipo de molho madeira. Como toda comida norueguesa, tudo eh muito fácil de se fazer...
Eu segui essa receita de ribbe, façam o seu próprio tempero e a receita ficara perfeita!!!

Alem logico dos afazeres domésticos e dos cuidados com a bebê, eu vou a academia uma vez por mês, e frequento uma creche duas vezes por semana na igreja com a baby, e essas pequenas atividades consomem quase todo o meu dia.

Aproveitei também para dar andamento em varias partes da minha vida que estavam estagnadas aqui, muito papel, muita burocracia, mas tudo em andamento... regresso mais tarde para contar as coisas que deram certo e se alguma coisa deu errado.

Por hoje eh so pessoal ;-)

8 de novembro de 2015

Um curto passeio a Oslo - mantendo a vida social na Noruega

Sexta-feira fui encontrar com uma amiga em Oslo. Eu não gosto de Oslo, mas jurei a mim mesma que pelo menos uma vez por ano eu iria a capital norueguesa, mesmo que para um passeio rapido. E foi isso que eu fiz. De Jessheim para o centro de Oslo tem trem direto, a viagem dura 39 minutos e custa 90 coroas cada trajeto, criancas menores de 4 anos não pagam passagem. O passeio foi simples, encontrei uma amiga, demos uma voltinha pelo shopping que fica ao lado da estacão e depois andamos pelas ruas do centro e nos sentamos em uma pequena cafeteria portuguesa. Tomei um cappuccino e comi um pastel de Belem e a conta ficou em 50 coroas. Então, um rapido passeio em Oslo saiu por 230 coroas, ou aproximadamente 102 reais. No mesmo dia o marido saiu para uma noitada com os amigos, ele sai com menos frequência, talvez por isso ele não se importe tanto em "controlar os gastos", contando com o dinheiro de transporte, (trem ate Oslo e depois taxi), jantar, e bebidas alcoolicas (no centro não esta saindo por menos de 100 coroas 0,5 L de cerveja), eu estimo que a saida dele não tenha saido por menos de uns 500 reais. Sai caro, mas uma vez na vida e outra na morte não faz mal... ;-)
Bilhete de trem na Noruega

Parada para um lanchinho em uma cafeteria portuguesa em Oslo

4 de novembro de 2015

Festa infantil norueguesa x festa infantil brasileira

Ok, se vc usou algumas das palavras chave: "Decoracão festa chapeuzinho vermelho", "Mesa de decoracão chapeuzinho vermelho" ou "lembrancinhas com o tema chapeuzinho vermelho", vc esta no lugar certo, eh so pular essa parte introdutoria, que não eh para vocês, rsrsrs.
Dando continuidade, bom quem me conhece sabe que sou pouco vaidosa e não muito dadas a atividades superfulas, mas todo peixe tem uma isca a qual não consegue resistir, e no meu caso eh "organizacões de eventos", eu amo fazer e decorar festas... Amo, amo e amo! O aniversario de um ano da minha filhota não podia ser diferente. E sim, tinha que ser uma festa brasileira, pq ca entre nos, ate velorios são mais animados do que as festinhas deles... Pra comecar, eles costumam dividir as festas... Comemoram um dia com os amiguinhos da creche ou escola e tiram um outro dia para a familia e para os amigos mais intimos... Sei que para os amiguinhos as festinhas são um pouco mais animadas, tem pølse, bolo, sorvete e etc... Mas não tem decoracão, geralmente ele s compram toalha de mesa, copos e pratos com um tema e nada mais. As festas da familia são... Não rola musica, pipoca ou balões... Normalmente eh um jantar, bolo e cafe... Parece mais um jantar de empresa... Não, o primeiro ano da minha filha não podia passar assim... Mas como agradar a gregos e troianos??? Como fazer uma festa brasileira sem deixar os noruegueses passando mal? Eu tive que literalmente dividir a casa em "lado A" e "lado B". No porão coloquei a criancada e a brasileirada, com musica, decoracão e tudo tipico da terrinha, e na sala coloquei a familia do John e os outros noruegueses. O John ficou dando atencão e servindo o povo na sala e eu fiquei dando uma moral la embaixo... No final todos sairam satisfeitos, noruegueses, brasileiros e euzinha.
Agora compartindo com vcs ideias para a festa da chapeuzinho vermelho, e sim, eh possivel fazer uma festa sem se endividar, mesmo aqui na Noruega, rsrsrs.
Decoracão da festa com o tema chapeuzinho vermelho...
Eu estava na duvida de como fazer o painel, fiz varias pesquisas mas a maioria era inviável principalmente por causa dos valores... Ai, um belo dia, passeando pelo site Aliexpress tive uma inspiracão. Comprei um adesivo de parede e enchi com fotos da Catarina, vestida de chapeuzinho vermelho aos 3, 6 e 9 meses, eu não sei vcs, eu amei tanto que ainda não tive coragem de tirar "o painel" la de baixo.
Os balões foram comprados no mesmo site e enchidos com gas helio. (Não recomendo, saiu caro e eu poderia ter tido o mesmo efeito com balões normais e um pouco de fita durex).
Fotos de festa, Chapeuzinho vermelho.
A Toalha de mesa e o lobo mau foram comprados no ikea, mas tb são vendidos pelo ebay. As letras com o nome dela e as bandejas foram compradas e pintadas com a ajuda da familia no Brasil, mas precisamente no Saara. As embalagens das balas de coco, os potinhos dos docinhos de coco, o plastico que envolvia os brigadeiros e os cachepôs foram comprados no Brasil.
As cestinhas dos brigadeiros foram compradas no ebay, vieram da Thailandia.
O quadro foi comprado na Class Olsson mas a arte foi feita por mim no photoshop.
O jarro com biscoitos, as velas de cogumelo e o baleiro foram comprados na TGR.
As flores artificias com o seu jarro, e o "pedestal onde os brigadeiros estão, eu ja tinha aqui em casa.

Docinhos - Festa Chapeuzinho vermelho
Todos os tags foram feitos por mim no photoshop, quer dizer, me apropiei de algumas imagens na internet. Os potes que ja vieram com jujubinhas foram comprados na TGR. O tecido e o cordão foram comprados na Panduro. Eh facil aprender como se faz no youtube.

Foto da mesa, Chapeuzinho vermelho

A Boneca da chapeuzinho foi comprada pelo ebay e essas folhas artificiais foram compradas pelo ebay. A cesta e o vaso em que os pirulitos estão eu ja tinha aqui em casa...Comprei os pirulitos na TGR. A vovozinha veio junto com o lobo mau do ikea. As geleias, que dei aos adultos como lembrancinha, (que estão dentro do cesto) foram compradas em um mercado na Suecia (por serem 3x mais baratas). Os saquinhos de organza foram comprados no Saara (Rio de Janeiro).

Bolo da chapeuzinho vermelho
O Bolo foi emcomendado aqui mesmo em Jessheim, não ficou uma "brastemp" mas estava muito gostoso, a encomenda foi feita pelo facebook "Jeg Elsker kaker - Bakeri Jessheim". Os cupcakes e os salgadinhos tambem foram encomendados pelo facebook "Sabor do Brasil Brasiliansksmak" tambem recomendo.
Ideias para docinhos, Chapeuzinho vermelho

Taget feito por mim no photoshop. Impressos no papel glossy 180. Fica inacreditavelmente bonito, parece trabalho profissional. Os cogumelos foram comprados na TGR e a saia dos cupcakes no Saara (RJ).

Ideia para lembrancinhas, chapeuzinho vermelho
Outra inspiracão que eu tive... Vi esses cachepô em uma lojinha aqui do shopping, a TGR. São feitas de feltro. Ai eu tinha comprado pelo aliexpress esses fantoches de dedo, e resolvi colar com cola quente. Ficou simples e lindo assim como o tema que eu escolhi <3. Enchi com doces e alguns brinquedinhos como lingua de sogra, bolinha de sabão e peão. 

1 de novembro de 2015

Maternidade na Noruega

Eu estava aqui pensando com os meus botões como eu escreveria o próximo post, assim do jeito que eu gosto, sem expor em excesso minha vida privada... Difícil não? Então vamos la! Ha um ano minha vida mudou radicalmente... Uma criaturinha linda e perfeitinha entrou na minha vida e "bagunçou o meu coreto". E o "Deus me livre filhos" deu lugar ao "Meu Deus, quanto tempo eu perdi, ja podia estar no terceiro, rsrsrsrs". E sim, a Escandinávia eh sem duvida o melhor lugar para se ter filhos...
 As gestantes usufruem de diversos privilégios, dividirei com vcs como foram os meus noves meses e vejam se estão de acordo...
Bom tudo começou com a decisão de que era hora de "perpetuar a especie"... Tendo decidido, procuramos ajuda medica para "acelerar" o processo... E pimba! Antes mesmo de terminarmos de fazer os exames, baby C ja estava la em formação...rsrsrs. A partir dai, começaram as visitas ao medico e a helsestasjon (um tipo de posto de saúde para gestantes e crianças, com enfermeiras especializadas). Eu infelizmente entrei para a estatísticas de mulheres que ficam mal na gestação, e isso me rendeu 4 noites tomando soro no hospital.
Quando la cheguei não tinha vaga, fiquei no corredor, mas a noite ja haviam me colocado em um quarto. Estava tão desidratada que depois de varias tentativas frustradas, as enfermeiras decidiram me levar para um anestesista, eu precisava de soro. Enfim, não foi fácil...
 Tive que me afastar do trabalho ja no quarto mês, só voltei no oitavo, quando todos os sintomas "deram uma trégua".
A minha chegada na maternidade foi uma comedia, rolou ate ambulância, hoje dou gargalhadas, mas não foi engraçado.
Meu parto foi humanizado, as enfermeiras super competentes (o que sobra de competência nas enfermeiras falta nos médicos), foi um dia como deveria ser, magico! Me deram a opção de ir para casa depois de 5 horas ou de ficar no "hotel" do hospital, como mamãe de primeira viagem, claro q optei por ficar.
Com relação ao trabalho, escolhi tirar quase um ano de licença maternidade, ganhando 80% do valor do meu salario, e mais um ano em casa sem remuneração do trabalho (tive que apelar para o sindicato neste caso, pois a empresa "tentou me negar" um direito que eh meu). Agora que ela completou 1 ano receberei 6 mil coroas de kontantstøtnad, pois não a matriculei em nenhum barnehage (creche) e 970 coroas de barnatrygd (uma ajuda de custo que toda criança recebe ate os 18 anos). Perco financeiramente, mas a família toda ganha emocionalmente <3! Passei quase 3 meses curtindo a minha licença maternidade com a parentada no Brasil, e morri de saudade dos "pequenos detalhes" que fazem toda a diferença das terras nórdicas... As calcadas, a seguranca, os banheiros de quase todos os estabelecimentos adaptados com fraldarios... Nossa, muita diferenca mesmo... Por outro lado foi muito bom ver baby C recebendo os mimos da família!

Palavra-chave

Follow by Email

Volta ao mundo em 80 anos :-)