26 de novembro de 2011

Correios na Noruega

Como enviar objetos para o Brasil da forma mais barata estando na Noruega??? Depois de muito penar, e depois de ter gastado uma "senhora grana" enviando o prêmio da promocão que fiz no meu blog descobri a forma mais "em conta" de se enviar coisas p/ o Brasil e para outros países da europa... Pois bem, fui aos correios checar uma informacão que estava rolando em uma comunidade no facebook. E não só confirmei que o fato como tirei umas fotos p/ vcs...


A caixa tem 50 cm de comprimento x 30 cm de largura e 20 cm de altura... P/ ter uma idéia da dimensão, essa caixa é como uma mala de mão das grandes. E você pode colocar até 10 kg dentro dela.

Vamos aos precos???


São 507 coroas p/ enviar p/ o Brasil e 363 coroas para países da Europa, como Portugal por exemplo...

Mas gente, um alerta aos navegantes... Descobri recentemente que uma amiga minha envia coisas a cada três meses usando essa caixa, e em uma dessas vezes as coisas ficaram retidas pela policia Federal. A doida tinha mandado celular, mp3, e anel com pedra preciosa, entre outras coisas.

Pelo que diz no site da RECEITA FEDERAL só coisas com um valor inferior a 50 
cinqüenta dólares americanos são isentas de imposto (se eu entendi bem).

Em todo o resto pode incidir uma taxa de 60%.

Mas como eu disse, minha amiga me disse que enviou várias vezes e só ficou presa na aduana uma vez (muito cuidado com eletrônicos, é batata ter que pagar imposto por eles).

Quero deixar aqui meu agradecimento especial a senhora dos correios que foi super ultra gentil e prestativa comigo  ;-) E ela ainda deixou um recadinho... Aos que querem enviar presentes que cheguem antes do Natal, o prazo máximo de envio é dia 2 de dezembro.

21 de novembro de 2011

"Armadilha de luxo"


O que acontece quando noruegueses decidem levar a vida luxuosa que os brasileiros acham que eles tem?

LUKSUSFELLEN (Armadilha de luxo) - É um programa transmitido pela tv3 Norueguesa. A Dinâmica do programa é a seguinte, pessoas alienadas que gastam mais do que tem, e consequentemente fazem um rombo na economia familiar pedem ajuda aos economistas que fazem parte do programa. A menor divida que eu vi foi de 200 mil reais...

No programa de hoje (que é uma reprise do ano passado) o carinha se endividou literalmente por levar uma vida "a la carioca", ou seja, saia p/ encontrar os amigos todos os fins-de-semana.

Asgeir Ingebrigtsen trabalha com programacão de computadores e tem uma renda de uns 14 mil reais por mês (neto), e pelo o que vi no programa ele trabalhou no Brasil, mas especificamente no Rio de Janeiro (aparecem fotos da cidade do Rio de Janeiro e posteriormente fotos dele em uma plataforma). E ele diz que de certa forma adquiriu os  "maus" hábitos de consumo quando trabalhou no exterior.... (lê-se Rio de Janeiro)

"Egentlig er det vel en følge av utenlandsopphold som har gitt dyre vaner, men jeg har ikke noe spesifikt tidspunkt å komme med for når det hele startet, sier Ingebrigtsen til Side2".

Pois é gente, quem deseja vir p/ Noruega tem que abrir mão de alguns "velhos hábitos" e alguns confortos, como por exemplo...

*Salão de beleza- Não chegue aqui sem saber fazer sua própria barba, cabelo e bigode p/ ver o que te acontecerá. Eu não tive grandes problemas pq sempre fui uma Fiona, então p/ mim tanto faz... Mas as super, ultra vaidosas, que não sabem fazer nada por conta própria, ahhhhhhhh essas sofrem demais... Ninguém é tonto de pagar os olhos da cara, e por uma coisa mal feita ainda por cima...

* Sair todo fim de semana p/ beber em um bar com música ao vivo com os amigos ou sair
todo fim de semana p/ ir ao cinema e comer uma pizza, ESQUECA! A Noruega como todo país frio tem problemas com bebidas, então eles colocam o preco das bebidas quase no céu,só de imposto, o que de certa forma reduz um pouco o consumo, e música ao vivo vc só encontra em Oslo, e feita por brasileiros. Comer fora também é MUITO caro... Uma vez por mês quem sabe...

*Fazer as "compras do mês". Assim que eu me mudei eu queria matar meu marido, íamos no mercado todo santo dia!!! Eu não entendia, achava que era um passa tempo dele. Depois eu vi outros noruegueses com o mesmo hábito... ai caiu a ficha... A comida é tão cara que eles não querem correr o risco de desperdicar nada... Então eles vão no mercado compram aquilo que vão precisar no dia e assim não correm o risco de jogar nada fora. Você praticamente nunca vai ver uma familia com o carrinho lotado ou com dois carrinhos como minha familia fazia no Brasil... O trabalho é bem maior, mas não há desperdicio... E teve amiga que já me revelou que o marido controla 100% o que elas colocam no carrinho... afffssssss.

*Taxi. Eu moro basicamente a meia hora de Oslo, eu poderia tomar um taxi p/ curtir a vida noturna na cidade, mas da última vez que cometemos a loucura de pagar um taxi p/ voltar p/ casa, pagamos quase 400 reais por esses 30 minutos (e isso foi ha uns dois anos)... Tipo quase não deu p/ aquecer o banco... A opcão mais barata seria ficar hospedada em um hotel, mas a diferenca seria pouca. A terceira opcão seria dormir na casa de alguma amiga, mas os apartamentos no centro de Oslo são tão pequenos, que eu não me sinto nem um pouco confortável em aceitar um convite p/ dormir.

*Faxineira 3 vezes por semana? Isso sim seria um grande luxo... Mas ai vc teria que praticamente dar o seu salário para a dita cuja, e ainda correr o risco de ser roubada.

*Babá. O que???? Tá louca? Quem pariu Mateus que balance o berco. Fique feliz se a sua sogra olhar as suas crias  uma vez a cada três meses, pq a maioria não o faz.

*Plano de saúde... Nem os endinheirados pagam pq é tão caro!!!! Seu destino será o servico público, onde o tempo de espera pode ser tão grande quanto os da fila do SUS. E a qualidade dos médicos é... Deixa p/ lá... Mas esse é o único "luxo" que eu realmente sinto falta... quanto ao resto eu até já me adaptei...

*Comprar roupas de marca... Isso é até possível, mas ai vcs terão que fazer como um amigo meu da Costa do Marfim, ele trabalha todos os dias de segunda a segunda, em duas empresas. Só tira férias uma semana em todo o ano. Ele só anda de roupa de marca (sinceramente se me perguntar é um pouco demais, parece uma árvore de natal ou garoto propaganda da Dolce & Gabbana, até bolsinha ele carrega).
Meu conselho é... Esqueca o "luxo"! Comece a praticar... Quando os amigos no Brasil te chamarem p/ sair toda sexta, sábado e domingo. Negue, negue e negue. Talvez vc seja taxado como anti-social, mas estará totalmente adaptado a vida na Noruega... ;-)

E não se deixe enganar por essas brasileiras que vão de férias ao Brasil cheias da grana. Uma me disse uma vez: Enquanto na Noruega, você nunca me vê em shopping, e quando vou só como no burguer king (o lugar mais barato p/ se comer) guardo todo centavo. Mas quando vou ao Brasil vivo como uma princesa. Muitas brasileiras mesmo vivendo aqui por muitos anos, conservam essa mentalidade de "mostrar que tem", mesmo não tendo nada... Valha-me Deus! Como elas se torturam... :-(

Gentemmmmmmmmmmm de uma vez por todas, tem uma diferenca entre ter uma vida boa e ser rico!!! Noruegueses não são ricos, simplesmente tem uma vida digna na sua grande maioria!!!!!


16 de novembro de 2011

Como vir e se estabelecer na Noruega...

Eu conheco cinco maneiras para vir e se estabelecer na Noruega...

A primeira: e a melhor de todas ...  Vir parar na Noruega como um refugiado. A Flyktningkonvensjonen  (convencão de refugiados)  proíbe os Estados (nesse caso a Noruega) de expulsar ou repatriar refugiados provenientes de países ou áreas onde a vida do refugiado ou a liberdade está em perigo por causa de raça, nacionalidade, religião, opinião política ou pertença a determinado grupo social. Isto não se aplica às pessoas que são um perigo para a segurança do país anfitrião. Essas pessoas recebem literalmente casa, comida e roupa lavada da Noruega, além de escola, médico, e uma mesda todo mês, e o mais importante um bom encaminhamento para o mercado de trabalho, embora muitos não queiram saber de trabalhar. Gente, a Noruega não é boazinha, ela é obrigada a receber e sustentar pessoas que correm risco de vida e gente que diz que tá correndo risco de vida.

A segunda: Através do casamento... Casado(a) com um norueguês(a), suas chances de receber casa e comida todo mês são grandes, mas as roupas vc mesmo que terá que lavar... ha ha ha... Sacanagens a parte, as pessoas podem receber a "carta de alforria" depois de 4 anos, caso o seu principe/princesa tenha virado um sapo no meio do caminho.

A terceira: Através de um visto de estudante/trabalho para morar na Noruega... E aqui tem uma descricão perfeita de todo o processo feito pela Marcela Orsini no Blog Andando por aí (Diga-se de passagem um blog muito bom, eu recomendo!) Lembrando que a Noruega não dá ponto sem nó, vai favorecer a entrada dos que já tem $$$$$$ e instrucão. Segundo a Marcela, entre os pré-requisitos, tem-se que comprovar ter 20 mil reais na conta, além de ter nivel superior.

A quarta: Eu recomendaria essa p/ quem é apaixonado pela Noruega, mas não está montado na grana p/ entrar como estudante. Vir como Au pair. Eu não vou mentir, trabalhar como au pair é uma exploracão, além disso você ganha muito pouco. A única brasileira que eu conheci que veio como au pair, se cadastrou em uma agência, e pagou a própria passagem para vir (depois foi ressarcida pelo casal contratante), recebia 4 mil coroas por mês, e embora não tenha tido problemas com a comida (segundo ela, outras au pairs passavam até fome), a familia não pagou os impostos durante os dois anos em que ela trabalhou, o que no final gerou uma divida de 16 mil coroas... Ai comecaram os problemas dela com a familia, aparentemente a separacão não foi amigável. Lembrando que a maioria das au pairs nesses dois anos ficam a caca de maridos, pq se o prazo delas acaba, elas tem que retornar ao país de origem (já falei que a Noruega não dá ponto sem nó). Uma vez eu vi uma asiática LINDA, lá na casa dos 20, com um velho maracujá de gaveta, lá na casa dos 60, adivinha, adivinha, ela era Au pair e queria ficar no país... affffssss, triste destino. Mais informacões você encontra nessa página da UDI (em inglês)

A quinta: Sendo membro da União européia você não precisa mais "pedir permissão" para permenecer no país (com visto de trabalho por 3 meses), só precisa se registrar no site da UDI e depois é só ir em uma estacão de policia. Mas não se esqueca, conseguir um trabalho aqui não é tão fácil quanto parece e vcê estará por conta própria, e o custo de vida aqui é MUITO alto.

Essas e outras informacões de como vir para trabalhar/ morar na Noruega podem ser encontradas no site da UDI


Você que realmente deseja vir, aconselho que além do inglês fluente coloque na bagagem o norueguês básico também!

6 de novembro de 2011

Um sentido de "familia" completamente diferente do nosso...

Eu não quero ser uma daquelas criaturas insuportáveis que na hora que a M* ocorre diz alguma coisa do gênero... Eu já sabia ou eu avisei, mas... EU JA SABIA!!!! ha ha ha

Matéria do jornal VG do dia 04.11-2011

Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto norueguês de pesquisa do bem-estar de jovens e idosos NOVA, os noruegueses são os que apresentam o menor interesse/desejo em cuidar dos familiares mais idosos (lê-se pai e mãe), entre os países europeus pesquisados.

Culturamente no que diz respeito a familia, somos muito mais semelhantes aos países mediterrânicos do que aos escandinávos. Na minha humilde opinião, essa cultura de independência a qualquer custo pelos noruegueses tem consequências desastrosas... Pq isso de certa forma impele jovens de 18 anos (que na grande maioria não tem maturidade suficiente) a sairem da casa dos pais,  e faz com que os idosos se tornem se vejam  como um estorvo para os filhos, preferindo muitas vezes o isolamento.

Aproximadamente 87% dos noruegueses acreditam que o cuidado com os idosos é dever único do estado, ou seja, eles não se sentem obrigados a adaptar suas vidas para "cuidar" dos pais já idosos... Isso quer dizer que quase 90% dos noruegueses não vai pensar nem duas vezes antes de colocar os pais em um asilo, e esquece-lo lá lembrando que em países como Franca e Alemanha a porcentagem está na casa dos 70%. Ops... parando p/ pensar, os alemães não são tão frios assim, 1/3 ainda dá valor aos pais... ;-)

Senta que lá vem a história...

Pois é gente, eu vejo MUITA brasileira enviando o suado dinheirinho que elas ganham aqui , para os pais no Brasil... Eu não envio grana pq meus pais não precisam, mas sempre que vou ao Brasil levo a mala cheia de presentes, sem falar que eu tô sempre ligando p/ mamis p/ saber como ela tá. Essa é a nossa cultura, cuidar daqueles que se dedicaram integralmente a nós no passado. Mas assim que eu cheguei eu vi uma coisa I-N-A-C-R-E-D-I-T-Á-V-E-L. Eu não lembro se eu já postei isso aqui ou não, mas agora vou postar sem dar o nome dos santos.
Era uma vez uma noreguesa A, já na casa dos 80 anos, praticamente CEGA que mora sozinha. Ano passado essa senhora quase colocou fogo na casa por ter posto o seu óculos acidentalmente em cima de uma vela. Essa senhora tem ho e uma filha, o filho da puta* deu um par de raspadinhas p/ ela no Natal (eu já mencionei que ela é praticamente cega e que portanto é incapaz de ver aqueles números minusculos da raspadinha?). A outra é mais dedicada, visita, leva ao medico, mas mora com o marido em uma casa enorme com 5 dormitórios. Se minha mãe fosse cega, e tivesse quase posto fogo na casa e nela própria... cara, ela viria morar comigo nem que fosse AMARRADA! Ai Jesus, só de pensar nisso já me deu calafrios... Deixa eu ligar p/ minha véia, ela vai me xingar pq ainda são 7 da matina lá... Já volto...

Continuando... Pelo que há de mais sagrado... alguém tem de concordar comigo que há algo errado nesse estilo de vida deles, no que diz respeito a familia... Ou será que minha forma de pensar já esta antiquada, e que o certo mesmo é cada um por sí e Deus por todos? Será que esse é o preco a ser pago por uma sociedade muito desenvolvida? Acho que o pior destino que alguém pode ter é ficar completamente sozinho no fim da vida, especialmente se você foi uma pessoa boa, durante toda a sua vida. Sei lá, é uma parte da cultura deles que ainda me choca bastante.

Palavra-chave

Follow by Email

Volta ao mundo em 80 anos :-)