20 de junho de 2012

Separacão na Noruega

"Oi carol, gosto muito das postagens do seu blog e resolvi te pedir uma postagem sobre direitos de mulheres separadas ou pretendendo separar e sem filhos na Noruega.
Se nåo for pedir demais, pode usar minha postagem como referência a a sua postagem pois vi que vc nåo tem nenhuma informacåo do tipo aqui no blog.
Eu postei em anônimo em outra comunidade mas pensei que talvés aqui eu pudesse obter mais detalhes sobre o meu caso já que o blog é acessado por muitos.
segue meu relato
o nav ajuda mulher separada sem filhos na Noruega?
preciso de ajuda. meu casamento já nåo esta dando certo, sou casada com um Norueguês e eu nåo quero voltar ao Brasil.
Conheci esse homem em Natal, parecia uma pessoa boa, me trouxe e casamos mas depois de uns 6meses a chatice teve inicio. hoje ele esta com 49 anos, nåo me dá mesada, se eu quero ou preciso de alguma coisa, ele vai na loja comigo e compra mas nåo me dá dinheiro na minha måo de jeito maneira. Dei entrada no meu visto permanente hoje e quero sair fora dele porque me humilha, diz que nåo arrumo mais ninguém, que ninguém vai me querer, diz que eu como demais, ele é muito muquirana com comida. Tem noite que eu nem durmo pensando como sair das garras dele sem precisar voltar ao Brasil porque nåo tenho família a nåo ser um irmåo que é abusado e só faz me pedir dinheiro diz ser para pagar as contas da casa que nossa måe deixou mas eu sei que é mentira. Esse irmåo nåo tem juízo, esta sempre desempregado e é meio aproveitador entåo prefiro ficar aqui mesmo.
Eu nåo tenho filhos ainda, já falo norueguês mas ainda nåo tenho trabalho mas estou fazendo um curso de trabalhar em creche e termino esse mes. será que eu consigo ajuda do nav caso eu me separe dele ou será que eles me mandam embora por eu nåo ter como me manter aqui sozinha? que tipo de ajuda eles me dariam? sabem de quanto seria essa ajuda? "


Eu sei que não é um caso isolado, por isso vou falar tudo o que eu sei, de casos que ocorreram no meu circulo de amizades...

Primeiro é valido lembrar que antes de pedir pelo divorcio concreto, tem que se passar por um ano de separacão para ver se ha chances de reconciliacão, principalmente se ha filhos menores de idade oriundos do relacionamento.

*Causos que eu vi e ouvi:

1- Separacão com filho(a) menor de idade, a mãe estrangeira não trabalha e não tem visto permanente: Esse caso eu acompanhei de perto, a mãe brasileira recebeu a permissão para ficar, mais a ajuda do estado, aluguel da casa, transporte, e uma mesada de 6 mil coroas por mês para a alimentacão. Recebeu carta da UDI, em que dizia que o processo dos vistos iria recomecar da etapa zero, pq a reunificacão familiar agora seria por causa da filha e não mais por causa do marido. Resolveu o problema voltando para o marido.

2- Separacão sem filhos, com a mulher brasileira trabalhando, mas sem o visto permanente: Esse caso eu não acompanhei de perto, mas foi a protagonista da historia que me contou. Mesmo tendo trabalho fixo, foi obrigada a retornar ao Brasil. Resolveu o problema casando-se novamente , dessa vez com um bom partido ;-).

3- Separacão, sem filhos, a mulher sem visto permanente e sem emprego fixo. Esse foi um caso extraordinario, tambem ouvi diretamente da protagonista... O casal se casou no Brasil, mas chegando aqui ela descobriu que ele era encostado pela NAV, então ele não tinha a renda minima para se casar, ou seja, ela jamais receberia a permissão de ficar... Ela pediu pela separacão e retornou ao Brasil, mas ja esta com um outro partido Noruga.

4- Separacão sem filhos, sem emprego e com visto permanente... Eu nunca acompanhei um caso desse diretamente mas acho, repetindo, ACHO que tendo um visto permanente vc passa a ser "um problema" da Noruega,  (é so' modo de falar, vc não é um problema). Fazendo uma breve pesquisa ontem a noite achei os seguintes sites:



A pagina da NAV não quer abrir momentaneamente, mas eu li que tendo um visto valido, vc ja tem direito a receber a ajuda do social. Mas entre outras coisas, tendo o direito, eles te ajudarão com o aluguel da casa, transporte, advogado, cursos, e com a entrada no mercado de trabalho.

Eu sei que se conselho fosse bom a gente não dava, vendia, mas eu no seu lugar amiga, segurava as pontas mais um pouco, ate conseguir um trampo, ou juntava uma grana fazendo umas faxinas,( muito facil conseguir casas p/ limpar colocando anuncios em supermercados), e coisas do tipo... Viver pelo social tambem e' uma humilhacão, acredite... vc tem que dar satisfacão de tudo o que faz com a merreca que te dão...

Se alguem puder ajudar com alguma informacão extra, fique a vontade!





2 comentários:

Luciana disse...

Eu tinha visto o caso dela numa comunidade mas nao me pronunciei la. Então, eh como você disse, tendo o visto permanente näo eh mandada embora, fica aqui, agora como vai viver não sei, sei que passar fome e ficar pelas ruas não fica, vai ter abrigo, inclusive se sair de casa sei que pode ficar um tempo no krise senter, mas nao sei quanto tempo e nem o valor mensal que recebe. Ou seja, você deu o melhor conselho que eh aguentar mais um pouco, receber o visto, arrumar um emprego e partir pra vida. E de preferencia ja pensando em voltar ao mercado das solteiras e arrumar alguem, porque com um salario, se for de creche, viver sozinha vai ser perrengue, mas da pra viver sim.
Homem ruim ninguem merece.
So tenho a desejar boa sorte na vida e que venha um homem melhor pelo caminho. E nada de baixa auto estima, ele quer destruir mas seja mais você.

Beijo meninas

Postador disse...

"... eu nåo quero voltar ao Brasil.
...parecia uma pessoa boa, me trouxe e casamos mas depois de uns 6meses a chatice teve inicio. hoje ele esta com 49 anos, nåo me dá mesada, se eu quero ou preciso de alguma coisa, ele vai na loja comigo e compra mas nåo me dá dinheiro na minha måo de jeito maneira...

Na minha opinião você casou por algum interesse seja dinheiro ou mais provável visto permanente. Desde quando o seu marido não te dar mesada ou dar dinheiro na sua mão é motivo para se separar? E sobre a idade dele ser alta, você casou com ele porque quis.

Palavra-chave

Follow by Email

Volta ao mundo em 80 anos :-)