17 de junho de 2010

Curso de Norueguês III - Sites em norueguês

Meus queridos, aqui vai mais informacão sobre o estudo da lingua Norueguesa, me perdoem por não ter respondido as mensagens anteriormente, mas é que eu não tinha visto nenhuma delas (sou meio tapadinha quanto a blog).
Esse é o site da professora que me deu aula no Rio de Janeiro:

http://www.norgebrasil.com/

Esse é o stite do livro På vei, onde vcs podem fazer exercicios:

http://pavei.cappelen.no/

Rádios norueguesas, p/ vcs já irem acostumando os ouvidos :)

http://www.nrk.no/radio/
www.p4.no (hør p4)

Jornais noruegueses mais comuns aqui em Oslo e redondezas:

http://www.aftenposten.no/
http://www.dagbladet.no/
http://www.rb.no/
http://vgd.no/

Para os que estão no nivel bem básico da lingua:

http://www.sofn.com/norwegian_culture/languagelessons_index.jsp (em inglês)


Mas galerinha, só uma coisinha... essas dicas servem p/ quem vive/ ou vai viver em Oslo, Romerike, e outras áreas próximas... pois em Stavanger, por exemplo, o dialeto é bem diferente, não só na fala com também na escrita!!! Eu fico perdidinha com os parentes do meu marido que vem de Stavanger. :(

12 comentários:

Luciana Håland disse...

Oi Carolina, ótimas dicas.

Bom, o dialeto em Stavanger é outro, mas a gente estuda o bokmål mesmo, igual aí em Oslo, as escolas näo ensinam pra gente o dialeto, isso a gente tem que aprender ralando no dia-a-dia, porque não é fácil de entender, eu também não consigo captar o que eles dizem em totalidade, mas com o tempo a gente vai se acostumando. As provas, escolas, universidade, etc, é tudo em bokmål ou nynorsk. Então suas dicas servem para todos.
Ah, não sei se você percebeu que no På vei tem uns capítulos que o povo fala no áudio com o dialeto de outras cidades, acho que Bergen e Trondheim.
Aí em Oslo falam somente bokmål ou tem algum dialeto?

Beijo

Carolina Krogedal disse...

Oi Luciana, tudo blz?
Eu sabia que usavamos os mesmos livros, mas não tinha ideia que os professores não ensinavam os dialetos...
Eu não estudei com o På vei, eu estudei com o Ny i Norge, e toda vez que tinha avaliacão e colocavam dialeto, todo mundo ria, pq é muito difícil entender... O que me deixa mais surpresa é que eles mudam a forma escrita tb. Fui tentar traduzir uma música uma vez, e achei que era dinamarques (eu sou tapadinha toda vida), ai o meu marido me disse que era o dialeto de Stavanger... eu nunca mais estudei por músicas, pq corro o risco de misturar tudo... Eu não tenho muito problema com o dialeto de Bergen, Kristiansen ou Trondheim, mas o de Stavanger...sei lá, tem tanto aaaaaa, rsrsrsrs.

Anônimo disse...

carolina e luciana,
chego em stavanger dia 29 deste mês (junho) para passar um mês com um namorado norueguês. é minha primeira vez no país, estou com um medinho básico das diferenças culturais...de como devo me comportar (como todo brasileiro/a sou super extrovertida, beijo e abraço todo mundo, enfim, o que é normal aqui)...mas e por aí?? já recebi a dica do próprio namorado que não é para beijá-lo na frente de outras pessoas...oi? to confusa. rs. dicas, por favor!! hahahah...li seus comentários dizendo que as mulheres norueguesas são super frias...mas e os homens?? pergunto pois o conheci nos eua, num país que não era o dele, e ele foi o cara perfeito...toda a atenção e delicadeza do mundo...será que na terra dele vai ser diferente?? help! hahaha...desde já agradeço pela atenção, giovana

Carolina Krogedal disse...

Bom, os noruegueses são um pouco estranhos... quando jovens fazem o que querem e o que bem entendem (eu já vi cada coisa, que até Deus duvida), mas quando chegam aos 25, parece que o espirito deles dá uma envelhecida e tanto. Mas quanto ao beijo... depende do tipo... p/ norueguês em geral é quase uma invasão de privacidade um beijo de lingua, quase uma ofensa,rsrsrsrs, vc tem que brigar com eles p/ receber um! :) Não fale sobre sexo com noruegueses, embora role de tudo quando eles bebem, falar sobre sexo quando eles estão sóbrios é um constrangimento só (sei por experiência própria, mas aprendi rapidinho). Eu não posso responder por todos os noruegueses, mas depois de 2 anos de casado o meu continua muito bom, embora tenha seus momentos OGRO - a cultura norueguesa é um pouco do tipo: meu problema é meu problema, seu problema é seu problema, tanto que eles prezam muito a independência das criancas, é por isso tb que vc vê muito idoso abandonado)... Mas meu marido já mudou muito p/ me agradar... parou com o cigarro e com o snuss que ele usava desde os 18, quando um norueguês ama, ele ama mesmo, e é capaz de todos os sacrificios pela pessoa que está com ele.

Luciana Håland disse...

Vou deixar minha impressäo para Giovana também. Bom, o beijar depende, eu como boa brasileira, moderna e liberal, acho que tudo tem seu momento, não dá pra ficar beijando de língua numa reuniäo de família, nem lá nem cá, mas beijar em bar, discoteca, nas ruas, rola por aqui.
Quanto ao lance de que os mais jovens säo mais animadinhos e liberados, isso acontece no Brasil também, só posso dizer: maldito envelhecimento.

Meu marido não é frio, e também tive mais três 'paquerinhas' nórdicos que beijavam pra valer.
Eu acho a cultura norueguesa bem parecida com a nossa.

Quanto a ser extrovertida não vejo problema também, mas aquela coisa, a gente tem que saber ser adequada às ocasiões, as regras que usamos no Brasil se encaixam aqui.

Gosto muito dessa parte de cada um no seu cada qual, pois nos dá liberdade.

Talvez o povo das bandas de cá, Stavanger e região, seja mais aberto e acolhedor, pelo menos é o que observo ao ler os blogs de outras meninas que moram em outras regiões da Noruega, mas não sei ao certo.

****

Carolina, parece que a gente tem umas aulas com o dialeto no final do curso, isso pra quem vai até o final do nível B2 (Stein på Stein). Eu usei o På Vei, mas fiz um mës em uma turma que usava o Ny i Norge, e gosto muito mais. Agora estão introduzindo por aqui um outro livro, mais moderno, mas esqueci o nome, mas tudo isso no puro bokmål. Eu boio legal nos dialetos.

Anônimo disse...

Girls, muito obrigada pela atenção e rapidez nas respostas...viajo na próxima segunda e já podem imaginar como estou!! numa ansiedade que nem durmo...hahahaha...e neste momento toda informação é importante.
Carolina, já li o seu blog todinho!! Achei muito massa! Sabe, uma amiga dos meus pais é casada com um norueguês e ela me disse o mesmo que vc: quando eles amam, fazem de tudo...são mais 'committed' na questão relacionamento...diferente da maioria dos brasileiros que (veladamente) estão sempre a procura do que pode ter melhor por aí, além de serem mais difíceis com mudanças.
Luciana, vc já está aí faz tempo?? É, acho que o que devo fazer é controlar um pouco contatos físicos (beijos e abraços) ao cumprimentar alguém e controlar as piadinhas (ai deus, quero só ver como vou me sair nessa!! ahahha...um medo de ser mal interpretada, rs)...a ver!! = )
beijos as duas, giovana (gostei desse negócio de blog!! talvez comece um!)

Carolina Krogedal disse...

Eu fiz esse blog justamente p/ ajudar os novatos, porque agora eu estou bem, mas eu sofri muito, muito no meu primeiro ano. Eu não sei se é pq eu sou carioca, mas o clima, a alimentacão e a cultura reservada deles me deixou muito deprimida em 2008. Aliada a espera pelo visto, a falta de amigos, da familia e a incompreensão da lingua, me deixaram tão mal que eu considero meu marido um guerreiro, de aturar uma mulher insuportável por um ano. E a minha sogra que quando não está atacada é um docinho de coco, me mandou uma letra: Mas você não sabia nada sobre a Noruega quando você veio... que atitude idiota. Eu podia ter respondido a ela: Eu casei com o seu filho, não com o seu país. Eu podia ter dito que por mais que tivessem me dito o quão é triste a escuridão e o frio de um dia de inverno, ou que a maioria das frutas e legumes não tem gosto de nada, eu ainda não teria idéia do que realmente isso é até sentir na pele. Mas ao invés de tentar explicar coisas que ela certamente não entenderia, pela diferenca cultural, eu resolví criar esse blog, para facilitar a adaptacão dos recém-chegados. Hoje eu posso dizer que estou 90% adaptada, e o mais importante, sou feliz aqui! É claro que algumas pessoas se adaptam sem problemas desde o iníco e isso eu acho muito bacana, mas o meu estilo de vida se comparado com o do Brasil, (onde eu tinha uma certa popularidade, rsrsrsr)mudou tão radicalmente que o baque foi grande. Mas hoje digo: Vim, vi e venci!

Anônimo disse...

Oi Carolina!

Descobri o seu blog hoje. Fiz intercâmbio na cidade de Arendal (sul) entre os anos de 1999 - 2000, e vivi a incrível experiência de ser "Russ".

Lendo as suas histórias, me deparei com diversas situações semelhantes há 10 anos atrás. Estou me programando para ir para a nossa querida Norge em Julho/2011 (porque convenhamos que o frio daí ninguém merece!).

Boa sorte aí! Um grande beijo!
Cibele

Carolina Krogedal disse...

Oi Cibele, estava viajando, vi seu comentário agora :) Você escolheu uma boa data para vir, eu disse que meu marido me enganou, pq só peguei a totalidade do inverno depois de casada, antes eu tinha experimentado só o mês de novembro e posteriormente marco e abril... he he he. Dezembro, janeiro e fevereiro, só depois de "amarrada" rsrsrsrs. Mas que bom que vc decidiu retornar, sinal de que sua experiência por essas bandas foi muito boa!!! :) Bjks, carol

Anônimo disse...

A Noruega é o País mais lindo do mundo!
Mora lá.
E quero voltar.
Estou procurando um curso para estudar.
Os mesmes são todos fantasticos!
O inverso é frio. Mas é muito bom.Amo a neve!
Pescar no mar congelado.
Gosto da culinaria.musica,cultura.
Não nada que não gosto da Noruega.
Eu não mais é viver no Brasil!
Noruega te Amo!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sol disse...

Ola Carol meu nome é Sol como ha maioria dos comentarios o meu é mais ou menos a mesma coisa, namoro com um norueguês porem não conheço seu pais ainda ele quer que eu va morar em sua cidade, proximo a Oslo, mana eu estou com medo ha sei la. aqui eu estudo estou no 4º periodo de Direito, trabalho, viajo o meu medo e se vou conseguir fazer as mesmas coisa ai na noruega, enfim o seu blog é muito interressante me responda por favor...

Carolina Krogedal disse...

Anônimo: Ei gringo, aprende a escrever o português primeiro, antes de se fazer passar por um brasileiro apaixonado pela Noruega.;-)

Sol, tudo depende de você e da sua forca de vontade... Viajar aqui é uma das coisas mais fáceis que tem, eu viajava até mais quando estava desempregada. Sua vinda na Noruega significará abrir mão de uns sonhos em prol de outros... A minha experiência aqui não podia ser melhor, mas tem muita menina em situacão MUITO desconfortável, é um risco que se corre tb. Encontrar trabalho na sua área aqui será um pouco mais difícil, pq a legislacão é completamente diferente, mas se vc quer continuar a estudar direito, te aconselharia em investir no direito empresarial, pq os negócios entre o Brasil e a Noruega só faz crescer, quem sabe...
Mas a melhor dica que posso te dar é essa: Eu sei que o amor é lindo, mas preste muita atencão nas atitudes do seu parceiro, não só com vc mas com os outros tb. Um bom companheiro, que fará de tudo que estiver ao seu alcance para prover o seu bem-estar, é FUNDAMENTAL!

Palavra-chave

Carregando...

Follow by Email

Volta ao mundo em 80 anos :-)