21 de fevereiro de 2012

Alegria que contagia! Mata a titia de orgulho!

La estava eu sentadinha no confortavel sofa da academia, esperando o maridão me dar um bonde p/ casa... eis que decido abrir uma revista (publicada pela propria academia) e me deparo com uma reportagem de duas paginas sobre o sucesso da zumba brasileira (provavelmente uma adapatacão da lambaerobica)  nas academias do grupo Elixia. O responsavel por tal facanha e o Paulo Santana, esse no centro da primeira foto. Eu sempre brinco com o meu marido: Vc tinha tudo antes de eu entrar na sua vida, menos felicidade. E eu gosto de pensar que brasileiros na Noruega tem uma missão, alegrar o povo, rsrsrs. Pq alegria igual a nossa, eu vou te dizer... não existe em nenhuma outra parte do mundo não... E pelo visto o Paulo e sua trupe estão cumprindo esse papel com excelência. A maioria dos escandinavos com os quais eu converso tem uma boa impressão sobre o Brasil. Aparentemente os problemas de violência e corrupcão não são os primeiros fatores lembrados quando eles escutam o nome Brasil.

E vcs amigas que ja moram aqui, como vcs sentem que e a aceitacão do povo brasileiro entre os nordicos? Vocês tambem sentem que entre os estrangeiros oriundos de paises em desenvolvimento, nos gozamos de uma certa "regalia"? Vai ser legal se vcs puderem deixar a opinião de vcs aqui.

10 comentários:

Nadja disse...

Nunca fui para a Noruega, mas conheci muitos noruegueses já e todos que conheci tem uma impressão maravilhosa da gente... parece que eu realmente tenho a missão de trazer sol e felicidade quando estou com eles!!!
Hahaha

Josy disse...

Olá,

Ainda não moro na Suécia, mas das vezes que estive por lá, sempre que eu dizia que era brasileira eles falavam com admiração do Brasil, o que me deixou super feliz.
E de fato a primeira coisa que eles diziam era como a nossa economia está crescendo, povo hospitaleiro... etc

Abraços

Cíntia Anira disse...

Sim, acho! Entre os suecos que converso, normalmente a reação ao Brasil é positiva. Tenho a certificação de Zumba e começo em breve as aulas de Samba. Meu diploma em Educação Física foi validado e sinto-me bem confortável para "recomeçar" com dança e alegria!

Abraços e parabéns pelo blog!
(cheguei aqui pela Nara)

Adriana disse...

Olá Carolina
Eu sou uma novata aqui nas terras geladas, mas já posso dizer q é incrível o poder da palavra Brasil. Logico q só de olhar pra gente eles sabem q não somos daqui, mas é so falar Brasil q eles abrem um sorriso enorme e começam a perguntar do calor, das praias, do carnaval (logico ehehehe). Vou te contar q tenho o maior orgulho e encho a boca pra falar do meu país lindo e eles ficam loucos, acham super exótico e querem saber mais e mais. Eu ouço muito "Nossa trocar o Brasil por essas terras geladas? Q loucura" ehehehheh e diga-se de passagem eu tambem acho (principalmente quando tá menos 20 ehehheh)
BJS

Carolina Krogedal disse...

Sempre tem passageiro perguntando de onde eu sou, e eu sempre brinco: Vim do paraiso... nao e que tem uns que respondem: Brasil? E nao tem como eu nao dizer a palavra Brasil sem terminar com um sorriso no rosto... juro que ja tentei, rsrsrsrs. Eles sempre me perguntam o que eu to fazendo aqui... E eu sempre respondo... cara nao sei, foi um acidente de percurso... e isso rende boas risadas, kkk

Danielle disse...

Eu acho super legal quando eu falo que sou brasileira e a pessoa sorri por isso! ... Nós brasileiros somos "bobos alegres", aprendemos a rir das desgracas da vida, somos menos amargurados! ... tambem acho que alegramos a vida dos noruegueses!! ;)

Beijão

Marcela Orsini disse...

A maioria NAO me pergunta de onde sou, e quando perguntam isso eu já sei que nao sao noruegueses. Parece que aqui é falta de educacao se "intrometer" na vida dos outros. Mas às vezes eu falo de onde sou, mesmo sem ser perguntada... E sim, todos sempre sorriem, e já ouvi também perguntas do tipo: Você nao está congelando na Noruega? Na verdade poucas vezes aconteceu comigo de querem saber mais do Brasil, eu tenho a impressao que ou eles nao sao curiosos ou é essa coisa deles acharem que é falta de educacao. Já com os alunos de português encontro um outro tipo de noruegueses, daqueles que já amam o Brasil e eu só faco botar ainda mais lenha na fogueira ;)

Adriana disse...

Oie resolvi deixar um novo comentario pq me lembrei de te perguntar uma coisa. Na sua foto vc parece ter cabelos cacheados. As pessoas enlouquecem com vc por causa disso? ehehheeh As mulheres sempre elogiam meu cabelo e perguntam se eh de verdade. Em uma loja uma mulher uma vez pediu para pegar no meu cabelo ehehhehhe. Acho o maximo, pois eu amo meu super fua.
Bjs

Carolina Krogedal disse...

Pois e Adriana, eu não gostava do meu cabelo ate vir morar na Noruega... Eu sempre falo, aqui cachos são ouro.Ja me pediram p/ tocar, ja pegaram sem pedir (chapados), ja me perguntaram se e de verdade, e elogios obtive aos montes, rsrsrsr. Amo muito tudo isso! Mas teve um dia ai que me deu a louca e eu passei a tesoura...kkk

glenda disse...

concordo com a Marcela Orsini, ninguem nunca pergunta de onde eu sou, soa como se cagassem troncos. se dizem timidos, e nao querem se intrometer. pra mim e falta de educacao nao ter o minimo de curiosidade sobre o outro. desprezo total! e quando perguntam... acham que falamos espanhol etc etc aquela lenga lenga de sempre.

Palavra-chave

Carregando...

Follow by Email

Volta ao mundo em 80 anos :-)